ab hoc et ab hac

Cleide, casada com Dori Fontana.
Mãe de 3: Bruna, Daniel e Rafael.


Sou humana. Sou aprendiz. Sou mulher. Sou feliz porque desejo a felicidade. Encontro respostas porque vivo comprometida a buscá-las. Sou amante porque acredito indubitavelmente na capacidade de compartilhar. Esta a minha essência: imperfeita sim... Mas inundada de amor!

“Eu sou sua alma gêmea, sou sua fêmea, seu par, sua irmã. Eu sou seu incesto. Sou igual a você. Eu nasci pra você. Eu não presto. Traiçoeira e vulgar, sou sem nome e sem lar. Sou aquela. Eu sou filha da rua, eu sou cria da sua costela. Sou bandida, sou solta na vida e sob medida pros carinhos seus. Meu amigo, se ajeite comigo e dê graças a Deus.”

—   Chico Buarque (via verbosaudade)

“Quantas são
As dores e alegrias de uma vida
Jogadas na explosão de tantas vidas
Vezes tudo que não cabe no querer”

—   Marcelo Jeneci - Feita pra Acabar (via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)

joursderose:

Agora eu olho para seu lugar e só encontro o outro lado, então meu olhar fica suspenso, dependurado entre o lá e o cá, pois esse vazio é transparente.

Rosa Olemirt

(via joursderose-deactivated20120222)

joursderose:

“O homem que diz ‘dou’ - Não dá!
Porque quem dá mesmo não diz!
O homem que diz ‘vou’ - Não vai!
Porque quando foi já não quis!
O homem que diz ‘sou’ - Não é!
Porque quem é mesmo é não sou!
O homem que diz ‘tou’ - Não tá!
Porque ninguém tá quando quer”

Vinicius de Moraes - Canto de Ossanha

(via joursderose-deactivated20120222)

“Eu tenho a sorte dos homens sinceros
Das cartas na mesa, dos livros abertos
Do corpo fechado, dos bolsos vazios
Dos homens que andam sem medo de amanhecer”

—   Pública - Corpo Fechado (via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)

joursderose:

Achei que isso também seria bonito, e peço-lhe neste instante que faça o favor de concordar comigo que uma cicatriz nunca é feia. Isto é o que aqueles que produzem as cicatrizes querem que pensemos. Mas você e eu temos de fazer um acordo e desafiá-los. Temos de ver todas as cicatrizes como algo belo. Combinado? Este vai ser nosso segredo. Porque, acredite em mim, uma cicatriz não se forma num morto. Uma cicatriz significa: “Eu sobrevivi!”

Chris Cleave - Pequena Abelha

(via joursderose-deactivated20120222)

“Dar-te-ei a mim mesmo agora
E serei mais que alguém
que vai correndo pro fim
Esse morre, envelhece, acaba e chora, ama e quer, desespera.
Esse vai…mas esse volta.”

—   Marcelo Jeneci - Dar-te-ei (via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)

“Tínhamos dúvidas clássicas
Muita aflição
Críticas lógicas
Ácidas não
Pérolas ótimas
Cartas na mão
Eram recados
Pra toda a nação
Éramos súditos
Da rebelião
Símbolos plácidos
Cândidos não
Ídolos mínimos
Múltipla ação”

—   

Marcelo Jeneci - Porque Nós?

à valerie et ma gang de subversivos.

(via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)

“A hora do sim é um descuido do não.”

joursderose:

Coração Leviano - Paulinho da Viola

joursderose:

Coração Leviano - Paulinho da Viola

(via joursderose-deactivated20120222)

joursderose:

Blues da Piedade - Cazuza

joursderose:

Blues da Piedade - Cazuza

(via joursderose-deactivated20120222)

“Leva os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor”

—   Pedaço de Mim - Chico Buarque (via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)

“Nem sei
dessa gente toda
dessa pressa tanta
Desses dias cheios
Meios-dias gastos
elefantes brancos
vagalumes cegos
meio emperrados
entre o meio e o fim.”

—   Cícero Lins - Vagalumes Cegos (via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)

Jours de Rose

joursderose:

Talvez fosse isso, eu continuava pensando. Talvez eu estivesse ficando velho demais para o tipo de jizna que eu levava, irmãos. Eu tinha dezoito agora, recém-completados. Dezoito não era uma idade jovem. Aos dezoito anos, Wolfgang Amadeus havia escrito concertos, sinfonias, óperas, oratórios, aquela kal total, não, kal não, música celestial. E também havia o velho Felix M. com sua abertura Sonho de Uma Noite de Verão. E havia outros. E havia aquele poeta francês musicado pelo velho Benjy Britt, que havia feito toda a sua melhor poesia aos quinze anos, Ó, meus irmãos. Arthur, era seu primeiro nome. Portanto, dezoito não era uma idade assim tão jovem. Mas o que é que eu ia fazer?

Anthony Burgess - Laranja Mecânica

(via joursderose-deactivated20120222)

“Onde queres o ato, eu sou o espírito
E onde queres ternura, eu sou tesão
Onde queres o livre, decassílabo
E onde buscas o anjo, sou mulher
Onde queres prazer, sou o que dói
E onde queres tortura, mansidão
Onde queres um lar, revolução
E onde queres bandido, sou herói”

—   Caetano Veloso - O Quereres (via joursderose)

(via joursderose-deactivated20120222)